Muitas empresas permanecem por anos e anos sem alterar ou arriscar novas possibilidades de negócio. Algumas por questões estratégicas, outras por insegurança e medo de arriscar em algo que não possuem muito conhecimento. Mas a verdade é que estar atento a novos mercados e possibilidades de ampliar o acesso do público e faturamento é obrigação de todas as empresas que almejam crescer e faturar mais. Muitos se limitam a fornecer seus produtos em um raio de atuação pequeno, como bairros e cidade que pertencem, mas na verdade poderiam vender para milhões e milhões de consumidores que buscam pelo seu serviço, produtos e know-how.

Hoje sabemos que mesmo em momentos de crise econômica, o setor de vendas online continua crescendo e mostrando todo o seu potencial de continuar em plena evolução a cada ano. Em 2017 segundo a Abcomm número de vendas passaram dos R$59,9 bilhões de reais, em mais de 203 milhões de envios de pacotes. Em 2018 a projeção já está se consolidando um fato e almeja alcançar mais de R$69 bilhões de reais em transações de compras online. Hoje segundo pesquisa do IBGE, temos aproximadamente 116 milhões de brasileiros conectados à internet e que 89% deles compram online. Desta forma podemos chegar à conclusão de que ter uma loja virtual hoje significa ter acesso a aproximadamente 104 milhões de consumidores.

Mas para isso, empresas precisam estar preparadas para atuar online e enfrentar a forte concorrência dos empreendedores do ramo, e agora vamos identificar quais são os principais fatores que influenciam no momento de se construir uma loja virtual e no sucesso que ela terá.

Plano de negócios

Ter um plano de negócios bem construído e com metas que indiquem onde quer chegar através de cronogramas é essencial, mas além disso, também é necessário traçar em conjunto com um parceiro, equipe de marketing ou preferencialmente especialistas em implantação de lojas virtuais e inbound commerce quais serão os desafios, criar personas, entender e definir a jornada de compra delas e criar um fluxo para captar clientes, nutri-los com conteúdos engajadores, alinhar expectativas, entender e definir o budget necessário, e para desbancar a concorrência e atingir os objetivos, colocar a mão na massa.

Como escolher uma plataforma de e-commerce

Entender qual é a real necessidade da sua futura loja virtual é o fator determinante para escolher a plataforma ideal e isso engloba o seu segmento / nicho de mercado, tamanho da operação, tamanho do investimento e tipos de produtos e serviços.

Cada uma das plataformas disponíveis possui suas vantagens e desvantagens, o importante é focar nas plataformas de “ponta” já que elas já são responsivas e oferecem ótimas performances e funcionalidades para smartphones, integrando e fornecendo toda a imersão necessária para esse importante mercado online que é o Mobile.  Outros aspectos das plataformas é que algumas são excelentes para iniciar, mas nem tanto para lojas grandes e que podem gerar a necessidade de migração com a consolidação do e-commerce. O ideal aqui é sempre ter um parceiro especializado em lojas virtuais para entender e projetar através de uma análise detalhada qual será a plataforma ideal.

Gateway de pagamento

A forma de pagamento que você irá fornecer influenciará diretamente no seu faturamento já que cada uma possui tabelas de taxas diferenciadas e também será fator de decisão para consumidores mais preocupados, já que a segurança neste momento conta muito. Outro fator determinante é a eficácia da ferramenta, já que problemas na aprovação do pagamento podem representar perdas significativas no faturamento da loja virtual com abandonos de carrinhos.

Integração com ERP

Se você já possui uma empresa e está em fase de construção da sua loja virtual, provavelmente você já utilize um ERP para gerenciar o fluxo da sua loja. Com ele podemos realizar a integração com a loja virtual, transferir e integrar todos os dados, fazendo com que seus produtos e estoque fiquem alinhados entre a loja física e o e-commerce, oferecendo muito mais praticidade e segurança na gestão de ambas.

Logística

Para empresas que pretendem possuir uma loja virtual, ter um bom controle de estoque não só é primordial para a sua gestão de produtos e organização de espaço, mas também está ligado diretamente com o consumidor final. Por este motivo ter uma excelente organização e controle de estoque é fundamental para garantir a satisfação e fidelização de clientes que compram em um e-commerce.

Aqui a integração com um sistema de ERP se torna essencial para garantir o sucesso do processo e a agilidade necessária para cumprir prazos de entrega e fornecer uma ótima experiência aos seus clientes.

Possuir também uma estratégia de logística reversa é fundamental para garantir segurança e praticidade para você e seus clientes. A troca de produtos é comum no mercado online e ter as ações bem definidas com certeza será um diferencial para sua loja virtual.

Confira também nosso post que fala como gerenciar corretamente o estoque da sua loja virtual.

Inbound commerce

Com essas etapas concluídas você estará tecnicamente pronto para entrar no mercado, mas não necessariamente preparado para enfrentar a concorrência e ser visualizado pelos seu público-alvo. Aí que entra a parte mais importante e que define o sucesso ou o fracasso de uma loja virtual, o inbound commerce.

O Inbound commerce surgiu como uma derivação do marketing digital especializado em lojas virtuais, e com isso trouxe diversas ações e inovações que buscam otimizar sua loja virtual para o mercado; e isso significa dentre várias ações fazer a sua loja aparecer e evoluir nos resultados de pesquisa do Google com o SEO, o que pode e provavelmente definirá o sucesso do seu e-commerce. Ele atua como uma variante do Inbound Marketing trabalhado nos Estados Unidos desde 2009, e é uma ferramenta estratégica para que seja possível para empresas serem encontradas através de buscas orgânicas. Para isso é preciso ter claro quem são seus clientes, identificar quem são essas pessoas, quais seus hábitos de compra e principalmente o que fez com que elas não efetuassem a compra na sua loja, o foco é resultado, otimização do site e melhoria contínua dos processos para que os clientes que buscam pela sua empresa realmente efetivem suas compras.

Agora que você entende os processos e sabe todo o potencial de alcance, resultados e mercado que uma loja virtual traz, que tal procurar uma empresa especializada e começar a traçar estratégias para construção da sua loja virtual?!

Equipe UMB