Ao trabalhar com e-commerce é possível observar que, dentro do grande número de pessoas que visitam sua página, um número muito pequeno realmente efetiva a compra. O número de vendas perdidas gira em torno de 98% do numero de acesos que o site tem. E quem são essas pessoas? Como recuperar essas vendas, considerando que a cada dia se torna mais caro e difícil atrair acessos?

É para responder a essas perguntas que o Inbound Commerce atua, um variante do Inbound Marketing trabalhado nos Estados Unidos desde 2009, é uma ferramenta estratégica para que seja possível para empresas serem encontradas através de buscas orgânicas, blogs e mídias sociais. Para isso é preciso ter claro quem são seus clientes, identificar quem são essas pessoas, quais seus hábitos de compra e principalmente o que fez com que elas não efetuassem a compra na sua loja, O foco é resultados, otimização do site e melhoria contínua dos processos para que os clientes que buscam pela sua empresa realmente efetivem suas compras.

O principio básico de Inbound é que o seu cliente procura por você, não o contrário.

Jornada de compras

Inbound Marketgin para e-commerce passa pelas quatro etapas do processo de compra:

Jornada de Compras - Inbound Commerce

Aprendizado e descoberta

É quando seu comprador ainda não sabe exatamente se tem um problema e aqui é que você tem que fazer com que ele tenha interesse por um determinado assunto e assim perceber que tem um problema ou até mesmo se interessar por alguma oportunidade de negócio, produto ou serviço.

Reconhecimento do problema

Nesta etapa do funil, o usuário percebe que tem um problema ou visualiza uma oportunidade de negócio e passa a pesquisar mais sobre o assunto ou tema, e busca soluções que possam existir no mercado, um exemplo seria o usuário entender que precisa ter uma gestão financeira do seu negócio e agora ele busca por sistemas e softwares que o auxiliem nesta gestão.

Consideração e Solução

Aqui seu usuário já é um possível comprador, ele já identificou algumas possíveis soluções para o seu problema e agora começa a avaliar as alternativas.

Decisão de compra

Já na última etapa do funil seu comprador esta comparando e pesquisando qual das alternativas vai atender seu problema e nessa hora que seu produto ou serviço tem que se diferenciar dos demais.

Para entender melhor e ver na pratica como construir o seu próprio funil de vendas acesse este link.

Para que serve o inbound commerce na minha loja virtual?

– Aumentar o ROI, diminuindo o custo de aquisição de clientes (O QUE É ROI?)
– Otimizar o processo de venda
– Atrair clientes em potencial
– DESENVOLVER Autoridade ao gerar conteúdos com qualidade que fazem a diferença


Na pratica como tudo funciona?

Basicamente a ideia é entregar conteúdo relevante e que façam a diferença para o seu cliente independente de qual etapa do funil ele se encontra, mas sempre focando no seu público e persona (falaremos mais para frente sobre personas e de como cria-las para a sua loja). E preciso saber onde estão seus potenciais clientes e o que eles estão procurando, quais produtos e informações buscam.

O processo do inbound commerce se baseia em Atrair seus potenciais clientes, Converter, Fechar e Encantá-los.

O que vai fazer com que a sua loja seja escolhida dentro de tantas outras opções? As perguntas certas são a chave para o sucesso da sua loja.

Atrair:

Se sua loja não tem visitantes, você também não terá lead e consequentemente sua loja não fará venda alguma, é nesta etapa do inbound commerce que mora a grande diferença, aqui o seu cliente chegará até sua loja por conta própria, isso por que se interessam pelo assunto, com isso estarão engajados e interessados em seus produtos/serviços.
Para isso, alguns pontos são muito importantes:

– Tenha um Blog
Através do blog da sua loja, você poderá com planejamento e estratégia publicar informativos, dicas, artigos e releases pertinentes ao seu publico. É através do seu blog que você terá um maior relacionamento com seus clientes.

– Otimize sua loja e seu blog, invista no SEO.
Seu site precisa estar nas primeiras posições quando seu cliente alguma pesquisa sobre serviços e produtos relacionados ao mercado que você atua, e para isso, você deve aplicar algumas técnicas para atender os critérios do Google, como títulos dos produtos e páginas, imagens e descrições de produtos exclusivas, qualidade de links internos e externos vão fazer com que o Google trate sua página como relevante para seu usuário.

– Links Patrocinados
Anúncios pagos são ótimos a curto prazo para divulgar sua loja que acabou de ser lançada ou se acaba de lançar um produto, com eles você pode segmentar muito bem seu público e atingir resultados muito satisfatórios, você optar por:
• Google Adwords com anúncios de pesquisa, e anúncios de Display.
• Facebook Ads
• Linkedin Ads
• Instagram Ads

Lembre-se que links patrocinados ou PPC, você pode trabalhar a manutenção de seu tráfego muito facilmente, gerando atenção de novos leads.

– Redes Sociais
Uma ótima maneira de divulgar conteúdos de qualidade, nas redes sociais seus seguidores podem compartilhar seus conteúdos muito mais efetivamente que outros canais, além de conteúdo relevantes, uma boa pedida é disponibilizar cupons de descontos, promoções e releases de produtos que sua loja ofereça.

Observe o comportamento dos seus usuários, seja leve e esteja presente.

Converter:

Você já sabe quem é o seu público, quais suas dores e interesses, agora já esta muito mais fácil convertê-lo, pois ele acompanhou seus conteúdos, redes sociais e este usuário poderá passar suas informações como nome e e-mail mais facilmente em troca de algum conteúdo exclusivo. Para transformar seu usuário em lead você deverá contar com uma Landing Page por exemplo.
Landing page – é a sua página de destino, onde ESTÃO todas as informações de seus produtos com detalhes, descrições, aplicações e diferencias estão reunidas, e nela você deve ter:
Call-to-actions – que seriam links ou botões que estimulem seu usuário a realizar uma ação, e a intenção aqui é captar os dados do usuário, as call-to-actions devem ter destaque e devem ser atraentes, mostrando exatamente o que acontecerá se o usuário clicar nelas.
Formulários – devem ser práticos e enxutos, pois o usuário pode desistir de preenche-lo, pergunte apenas o essencial.

Fechar:

Seu usuário agora é um lead, você já se comunica com eles? Então é hora de estimular a compra. Existem várias formas que podem transformar seus leads em vendas, mas uma em especial é o E-mail marketing, nele você poderá oferecer descontos na primeira compra, criar ofertas interessantes para seus produtos, tudo isso tendo um ROI muito satisfatório.

Encantar:

Vender online é estreitar laços com seu cliente, o encantamento é o que vai fazer que ele volte mais vezes. O processo de relacionamento não acaba com a efetivação da venda, se estende no pós vendas através de pesquisas de satisfação, Cross Selling e monitoramento.

Lembre que o custo para atrair novos clientes é sempre muito maior do que o de manter o cliente já conquistado. Tornar o seu negócio referência no segmento é um trabalho árduo e contínuo, porém com enormes vantagens. Ofereça conteúdo de qualidade, tenha um site de navegação simples e eficiente e principalmente esteja sempre um passo a frente das necessidades do seu público.

Essa é sem dúvidas a receita de sucesso de qualquer negócio digital.

Equipe UMB Digital